• PERGUNTAS E RESPOSTAS

    As dúvidas mais comuns respondidas pelo movimento cívico criador da Bancada Ativista

    Como escolhemos quem apoiar?

    Escolhemos coletivamente candidaturas alinhadas aos nossos princípios e práticas, que têm a nossa confiança por seu histórico de atuação na sociedade civil e na vida política, e que apresentam real potencial de oxigenar o cenário político da cidade. Buscamos garantir diversidade de pautas, partidos e territórios, e focamos em candidatas e candidatos que nunca tiveram mandato. O movimento é suprapartidário - ou seja, não está vinculado a nenhum partido.

    Como apoiamos as candidaturas?

    1. Atraindo eleitorado conectado aos nossos princípios e práticas

    2. Mobilizando talentos, tempo e outros recursos que contribuam nas pré-campanhas

    3. Promovendo o intercâmbio de experiências entre candidatas e candidatos apoiados, gerando fluxo de inteligência

    4. Dando suporte emocional, humano e amigo nessa jornada

    Como as atividades são viabilizadas?

    Por enquanto, nossas atividades são viabilizadas apenas com recursos (e principalmente força de trabalho) das pessoas envolvidas.

    Por que apenas candidaturas da Rede e do PSOL?​

    O fato de só apoiarmos candidaturas da Rede e do PSOL é um resultado da atual conjuntura política, e não uma diretriz do movimento cívico criador da Bancada Ativista. Por conta da atual conjuntura, candidatas e candidatos que estão alinhados aos nossos princípios e práticas e fazem parte da rede de ativismo com a qual temos contato acabaram se concentrando nesses dois partidos.

    Como é feita a tomada de decisões nas atividades da Bancada Ativista?

    As decisões são tomadas coletivamente e por consenso pelas pessoas que compõem o movimento cívico responsável pela Bancada Ativista. Candidatas e candidatos não têm poder de voto ou veto nos processos decisórios, apesar de participarem regularmente de diálogos e atividades.

    Por que o foco no legislativo?

    Nós queremos ver uma renovação na forma como a política é feita. Nesse sentido, o legislativo serve à maioria como porta de entrada para a política institucional, pois as barreiras são menores. Outro fator é que ao trabalhar mandatos no legislativo, podemos apoiar múltiplas candidaturas, e aumentar a diversidade e representação que queremos ver na política institucional. Além disso, enquanto identificamos um número significativo de iniciativas positivas visando influenciar o processo eleitoral para o poder executivo, poucos olham com atenção para o legislativo.

    Como nos posicionamos em relação à prefeitura?

    A Bancada Ativista tem foco no poder legislativo, e não irá fazer campanha coletiva para nenhum candidate à prefeitura. Contudo, reconhecemos que a disputa à prefeitura também é essencial para a transformação da cidade. Sendo assim: i) entendemos que cada candidate e integrante da Bancada Ativista tem liberdade de apoiar o candidate à prefeitura que quiser, inclusive participando ativamente de sua campanha; ii) entendemos que os eventos públicos da Bancada Ativista são abertos para qualquer um, inclusive candidatas e candidatos; iii) e claro, temos um posicionamento político definido, explicitado nos princípios e práticas apresentados acima.

    Quero fazer algo parecido na minha cidade! Como agir?​

    Iniciativas semelhantes à Bancada Ativista já estão aparecendo em outras cidades, e é ótimo ver isso acontecendo. Entre em contato conosco e podemos dar uma força!